Início
Procedimento
UpLoads
Downloads
Médicos
Clínicas
Convênios
Área Restrita
Médicos Cooperados - (ordem alfabética)
Google
Terminologia Unificada da Saúde Suplementar - TUSS

No mercado de planos de saúde, como resultado de sua grande fragmentação, sempre coexistiram múltiplas terminologias (tabelas), criadas por operadoras e prestadores para solução de problemas locais. O gerenciamento, o mapeamento e o controle de versões dessas tabelas mostram-se aquém do necessário para um ambiente de intercâmbio eletrônico de dados e comprometem a interoperabilidade entre os diversos sistemas de informação. Durante o processo de implementação do Padrão para Troca de Informação em Saúde Suplementar (TISS) tornou-se evidente a necessidade de adoção de uma terminologia clínica comum a todos os atores do mercado (hospitais, médicos, laboratórios, etc.).

Sendo assim, a Agência Nacional de Saúde Suplementar publicou no dia 13 de novembro a Instrução Normativa nº 38, que determina que as operadoras de plano privado de assistência à saúde e prestadores de serviços de saúde deverão obrigatoriamente adotar a TUSS para codificação de procedimentos médicos.

A TUSS é resultado do trabalho conjunto feito pela equipe técnica da AMB e da ANS, com os integrantes do Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar (COPISS). Este grupo definiu, por consenso, que a terminologia a ser utilizada como base para construção dos procedimentos médicos da TUSS seria a CBHPM, gerenciada pela AMB.

De acordo com a Instrução, a TUSS será adotada de forma gradual:

I - As operadoras de planos privados de assistência à saúde deverão apresentar a TUSS para procedimentos médicos à rede credenciada até noventa dias após a data de publicação desta Instrução Normativa.

II - Apresentada a TUSS para procedimentos médicos, os prestadores de serviço de saúde terão 90 (noventa) dias para adaptar suas guias TISS.

III - Após o prazo definido no inciso II deste artigo, tanto a operadora de plano privado de assistência à saúde quanto o prestador de serviço terão mais sessenta dias para adaptação dos processos de envio e recebimentos das guias no padrão TISS, codificadas com a TUSS.

Arquivo CBHPM 2010 em PDF

Instruções Gerais

Apresentação da CBHPM e Resolução CFM Nº 1.673/03

Crédito para o site da AMB
A Associação Médica Brasileira, as Sociedades de Especialidade, o Conselho Federal de Medicina e a Federação Nacional dos Médicos apresentam a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos - CBHPM 2010. A partir desta nova versão, que é totalmente compatível com o Rol 2011 da ANS, não será mais publicada por edição, mas por ano de publicação.

Para atender ao Sistema TISS (Troca de Informação em Saúde Suplementar), a CBHPM 2010 traz como novidade a reinclusão dos procedimentos de tratamentos conservadores de fraturas, com os mesmos códigos e valorações que constavam na 3ª edição e, ainda, a inclusão com códigos próprios, dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos de anestesiologia, que fazem parte do Rol da ANS e da TUSS (Terminologia Unificada em Saúde Suplementar), que foi construída com base na CBHPM, pela qual a Associação Médica Brasileira é a entidade responsável pela elaboração e atualização.

Todos os procedimentos constantes da CBHPM foram aprovados na Câmara Técnica Permanente da CBHPM, que é composta por representantes das entidades médicas nacionais (AMB, CFM e Fenam) e de operadoras de planos de saúde (Unidas, Unimed, Fenasaúde e Abramge).

Crédito para o site da AMB
Presidente SBU-MS:
      
André Luís Alonso Domingos
      
domingos.andre@brturbo.com.br


Copyright © 2010 MedicallNewDesigne. All Rights Reserved. - Joaquim Eduardo Neves www.medicallnew.com.br
Estes vídeos são recolhidos do canal YouTube
Não tem qualquer relação com pré consulta
Não existe vida sem água. Assim como a Terra, nosso corpo é formado por 70% desse líquido. Ele é responsável por conservar a nossa saúde, prevenir doenças e proteger o organismo contra o envelhecimento.

Uma atitude tão simples como beber água é a maneira mais barata e eficaz de garantir a pele, as unhas e o cabelo maravilhosos. Quando o corpo está bem hidratado, isso se reflete na sua aparência. Os médicos recomendam a ingestão diária de 1,5 litro de água por dia para suprir as necessidades do organismo.

Mas há pessoas que não conseguem beber água, muitas vezes por falta de hábito. Acabam substituindo-a por refrigerantes e outras bebidas açucaradas, que não fazem o mesmo efeito.


Cooperativa dos Urologistas de Campo Grande - MS
Gestora Administrativa:
Maria Lúcia
Tel.: (67)3383-7264
Rua Maracaju,13 sala 02
Centro - MS - 79002-214


coopurms@hotmail.com
Presidente da COOPUR-MS 2011/2012
      
Marcelino Chehoud Ibrahim
      
  coopurms@hotmail.com